21°
Máx
17°
Min

Servidores, professores e estudantes da UEL protestam na Concha Acústica

(foto: Laís Cardoso/Rede Massa) - Servidores, professores e estudantes da UEL protestam no centro
(foto: Laís Cardoso/Rede Massa)

Servidores, professores e estudantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL) se concentraram na Concha Acústica na manhã desta quarta-feira (19) para protestar contra a iniciativa do governo do estado que altera a data base e cancela o pagamento da reposição inflacionária dos servidores em janeiro de 2017.

Depois de uma intervenção artística e vários discursos, os manifestantes fizeram uma caminhada pela rua central da cidade.

Arnaldo Melo, diretor financeiro da Associação dos Servidores da UEL (Assuel) reclamou da intransigência do governo. “Não houve negociação. O governo tenta nos convencer de que temos que abrir mão do nosso salario para acertar o caixa do estado e a gente não concorda. Estamos fazendo a nossa parte, mas com o governo as conversas não avançam”.

A paralisação de três dias definida em assembleia na semana passada termina nesta quarta-feira (19). A categoria volta a se reunir nesta quinta (20), às 9h, para definir o retorno às atividades ou até uma paralisação por tempo indeterminado.