27°
Máx
13°
Min

Sinalização discreta e falta de fiscalização confundem motoristas

Muitos motoristas que passam pelo cruzamento da Avenida dos Estados com a rua Santa Catarina, no bairro Água Verde, ainda não perceberam, mas estão sujeitos a cometer uma infração de trânsito. A conversão à esquerda para quem segue no sentido Portão pela Avenida dos Estados está proibida há pouco mais de um mês, mas a sinalização discreta e a falta de ações de orientações aos motoristas fazem com que o trânsito fique complicado no trecho.

De acordo com a secretaria municipal de Trânsito (Setran), a “proibição de conversão foi adotada no local no dia 1º de julho deste ano e visa dar maior segurança viária a pedestres e motoristas e maior fluidez no trânsito da região”. A indicação é feita por duas placas ao lado do semáforo, uma indicando que é proibido virar à direita e outra orientando o trajeto a ser feito para acessar a rua Santa Catarina.

Nenhum outro dispositivo foi instalado no local para alertar os motoristas da mudança e, por causa disso, uma medida que serviria para melhorar o trânsito no local não está alcançando o efeito necessário. Além de complicar o trânsito durante a espera para a conversão ser realizada, a situação também representa um risco para acidentes.

“Quem quer virar à esquerda causa uma fila grande de carros. Isso acontece faz tempo e é bem complicado”, comentou um motorista que passa diariamente pelo local e que não preferiu se identificar. Ele conta que só percebeu a mudança há poucos dias. “A sinalização está discreta, precisa reforçar a pintura e avisar os motoristas”, sugeriu.

A Setran afirmou que considera a sinalização “adequada” e que uma ação fiscalização e orientação será realizada no local. Apesar da presença de agentes no cruzamento estar programada, a secretaria não informou quando ela será realizada. Enquanto isso, os motoristas que ainda não perceberam a mudança na sinalização seguem cometendo infrações de trânsito e correndo risco de se envolver em acidentes.