26°
Máx
19°
Min

Surto de caxumba preocupa autoridades da saúde no Estado

Pelo menos 11 cidades do Paraná registraram aumento nos casos da doença (Foto: Marrara Laurindo / Rede Massa) - Surto de caxumba preocupa autoridades da saúde no Estado
Pelo menos 11 cidades do Paraná registraram aumento nos casos da doença (Foto: Marrara Laurindo / Rede Massa)

Mesmo com a existência da vacina, diversas cidades do Paraná têm registrado casos de caxumba. Pelo menos 11 cidades do Estado registraram aumentos nos diagnósticos, como Pato Branco, Francisco Beltrão, Irati, Telêmaco Borba e Guarapuava. Nesta última, por exemplo, mais de 500 pacientes foram diagnosticados com a doença apenas neste ano.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, os casos foram registrados em adolescentes e adultos jovens. Isso porque, nesta fase a imunidade de quem tomou a vacina quando era criança já baixou e a pessoa fica mais suscetível à doença.

A caxumba é uma doença viral mais comum no inverno e no início da primavera. Não existe um tratamento específico, apenas remédios para aliviar o mal-estar. A orientação para quem está com a doença é repouso de sete a dez dias, além de manter alimentação saudável e evitar lugares de aglomeração de pessoas para não espalhar o vírus.

“A pessoa começa a transmitir dois a cinco dias antes de manifestar os sintomas”, explica a enfermeira Virte Lazari Melo, “e continua transmitindo de cinco a nove dias depois que começa o edema”, completa.

Colaboração Marrara Laurindo / Rede Massa.