28°
Máx
17°
Min

TCE cobra providências contra improbidade de R$ 1 milhão em Roncador

- TCE cobra providências contra improbidade de R$ 1 milhão

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) deu 30 dias para que a Prefeitura Municipal de Roncador (a 101 quilômetros de Campo Mourão) comprove que tomou as medidas necessárias para reaver R$ 1.071.067 aos cofres públicos, por meio de uma ação de improbidade administrativa.

O valor é a diferença encontrada na conta bancária da gestão 2009 a 2012 do município. O TCE julgou regulares as contas de 2013, já de responsabilidade da prefeita Marília Perotta Bento Gonçalves (gestão 2013-2016), mas lembrou da necessidade de sanar os problemas do mandato anterior. 

A prefeita conseguiu demonstrar ao TCE que abriu uma comissão processante para investigar o caso, o que resultou no ajuizamento de ações de improbidade administrativa. Também aprovou leis que regularizam os pagamentos ao regime próprio de previdência.

O Tribunal de Contas avaliou que as medidas foram importantes, mas lembrou que ainda há a diferença de R$ 1.071.067. Assim, aprovou as contas de 2013 com a ressalva da necessidade de ressarcimento dos cofres públicos. O conselheiro Nestor Baptista lembrou que existes decisões liminares de bloqueio de bens que vão garantir a devolução de parte do valor.

Colaboração TCE-PR