22°
Máx
16°
Min

Temporal com ventos de mais de 100 km/h deixa rastros de destruição

A chuva atingiu Cascavel pela noite e em poucos minutos deixou um rastro de destruição. Conforme o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), os ventos atingiram 102 km/h. Imagens feitas pelo fotógrafo Ailton Santos, mostram a intensidade da chuva e a força dos ventos na região Oeste da cidade.

A força foi suficiente para arrancar árvores e destelhar pelo menos 500 casas. O Corpo de Bombeiros trabalhou intensamente para atender os mais de 600 chamados com pedidos de ajuda.

Segundo a Defesa Civil pelo menos 31 bairros foram afetados além dos distritos de São Salvador e Rio do Salto. Entre os locais com mais número de chamados estão os bairros Universitário, Centro, Brasmadeira, Canadá, Santa Cruz, Esmeralda e São Cristóvão.

Temporal com ventos de mais de 100 km/h deixa rastros de destruição

As equipes distribuíram mais de 50 bobinas de lonas e registraram mais de 70 chamados para cortes de árvores que caíram com a força do vento. Algumas foram arrancadas pela raiz e atingiram carros estacionados.

Boa parte da cidade também ficou sem energia elétrica, por conta do temporal. Os atendimentos ainda continuam na manhã de hoje e os moradores da cidade trabalham para contabilizar os prejuízos.

Outras cidades atingidas

Nova Aurora, Formosa d'Oeste, Vera Cruz do Oeste, Campo Bonito, Capitão Leonidas Marques, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Anahy, Iguatu e Toledo tiveram atendimentos de destelhamentos e quedas de árvores, segundo as equipes.

Em Nova Aurora 46 destelhamentos foram atendidos e dois carros atingidos por árvores. Foram entregues quatro bobinas de lonas. Em Toledo foram registrados 11 destelhamentos. 15 cortes de árvores em rodovias e cinco cortes de árvores pela Guarda Municipal.

Perto de São Pedro, na PR-585, durante um atendimento de retirada de árvores da pista, um caminhão desgovernado atingiu a guarnição do Corpo de Bombeiros. Um militar ficou levemente ferido e a viatura acabou danificada.

Em Guaraniaçu também foram registrados 70 destelhamentos e três quedas de árvores.