26°
Máx
19°
Min

Tenente-coronel lamenta morte de policial ferido em abordagem

Comandante do Bope lamenta a morte de policial

O tenente-coronel Hudson Teixeira, comandante do Batalhão de Operações Policial Especiais (Bope), no qual o sargento Wellington de Mattos trabalhava, falou nesta manhã (13), com a equipe de reportagem da Rede Massa, sobre o momento de tristeza com a perda do policial no cumprimento de seu dever. “É muito difícil para um comandante enterrar um policial e não ter muita resposta para a tropa”, disse. “Nós não saímos para as ruas diariamente nem para matar e nem para morrer, saímos para defender a sociedade, somos pais de família”, comenta. “Mas, infelizmente aconteceu, e o que o fica é a sensação de dever cumprido. Não vamos deixar que isso abale nossa moral e vamos seguir combatendo o crime”.

O sargento deixou a esposa, grávida de dois meses.

Colaboração Ricardo Vilches/Luiz Mandelli/Rede Massa