24°
Máx
17°
Min

Tio e sobrinho são executados em Ponta Grossa e crime intriga a polícia

Tio e sobrinho são executados e crime intriga a polícia

Dois homicídios em sequência intrigam as autoridades policiais de Ponta Grossa. Os crimes aconteceram entre a noite de segunda-feira (25) e a madrugada desta terça-feira (26) em regiões distintas da cidade, e deixaram como vítimas Gabriel Barros, de 14 anos, e seu tio Wanderley Santos. Os dois foram mortos a tiros e a polícia investiga se o crime foi motivado por um acerto de contas.

Na noite de ontem, equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu foram acionadas depois que várias pessoas encontraram um rapaz caído no pátio de uma clínica médica na Vila São Francisco. O jovem Gabriel foi encontrado ferido por tiros e chegou a receber atendimento médico, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância dos bombeiros.

Poucas horas depois, já durante a madrugada desta terça, um morador da região do Cinto Verde abordou uma viatura da Guarda Municipal depois que vários vizinhos escutaram disparos de revólver na região. Logo após os tiros, testemunhas viram um grupo entrando em um terreno baldio. Os guardas municipais encontraram um homem caído no local já sem vida. Era Wanderley Santos, tio de Gabriel Barros.

A Polícia Civil e o Instituto de Criminalística foram acionados e levantaram as primeiras informações nos locais dos crimes. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa.