22°
Máx
16°
Min

Trabalhador que foi soterrado morre no hospital e família doa órgãos em Apucarana

Vítima ficou internada por cinco dias (Foto: Google Street View) - Trabalhador que foi soterrado morre e família doa órgãos
Vítima ficou internada por cinco dias (Foto: Google Street View)

Carlos Bernardo da Silva, 60 anos, teve morte encefálica no último sábado (15), depois de ficar cinco dias internado no Hospital da Providência, em Apucarana (a 63 quilômetros de Maringá), vítima de um soterramento. A família autorizou a doação dos órgãos.

A captação dos órgãos aconteceu nesse domingo (16), já o acidente foi no dia 10 deste mês de outubro. Silva trabalhava na construção de um duto na Avenida Governador Roberto da Silveira quando houve um desmoronamento e ele ficou preso.

Foram cerca de 2h para equipes do Corpo de Bombeiros conseguirem encontrar o trabalhador, que ficou muito tempo sem oxigênio e foi reanimado pelos socorristas, porém, internado em estado grave.

Nesse sábado, Silva não resistiu e teve morte encefálica.