21°
Máx
17°
Min

Trabalhadores de empresa terceirizada realizam manifestação no Afonso Pena

(Foto: Divulgação) - Trabalhadores de empresa terceirizada realizam manifestação no Afonso Pena
(Foto: Divulgação)

Os agentes de proteção da aviação civil que atuam no Aeroporto Afonso Pena realizam na tarde desta segunda-feira (9), uma manifestação contra supostas irregularidades no pagamento das férias, vale-refeição e alimentação.

Os trabalhadores atuam nas áreas de fiscalização como, por exemplo, o setor de raio-x. De acordo com o Sindicato Nacional dos Aeroviários, a paralisação desta segunda “após uma série de tentativas de diálogos com a Infraero e a empresa terceirizada Air Special, responsável pela execução e administração dos serviços nos aeroportos do Brasil.

Segundo o sindicato, a manifestação afeta pelo menos cinco aeroportos no Brasil: Vitória (ES), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC), além de Curitiba. Na cidade catarinense, os trabalhadores apenas realizam a chamada “operação tartaruga” para atrasar as atividades no aeroporto, assim como foi realizado nesta manhã no Afonso Pena.

De acordo com a Infraero, os pagamentos para a empresa Air Special foram realizados normalmente. A reportagem tentou o contato com a empresa, mas ninguém atendeu as ligações. A partir das 17h, quando começou a manifestação, nenhum voo no aeroporto Afonso Pena estava atrasado ou cancelado.