24°
Máx
17°
Min

Transporte adequado de crianças em veículos reduz mortes no trânsito

(Foto: Detran) - Transporte adequado de crianças em veículos reduz mortes no trânsito
(Foto: Detran)

O uso correto de dispositivos de segurança para crianças nos veículos reduziu em 23% o número de mortes dos pequenos no trânsito desde 2010, quando entrou em vigor a lei que obriga o uso destes equipamentos. Apesar da diminuição, a situação ainda é considerada preocupante, pois o Ministério da Saúde alerta que cinco crianças morrem todos os dias no trânsito brasileiro.

“Estudos comprovam que o uso correto das cadeirinhas e assentos podem reduzir em até 70% o risco de morte em casos de acidentes. Podemos sim proteger quem amamos com atitudes de cuidado no trânsito”, orienta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Em 2014, 231 crianças morreram em acidentes no estado, de acordo com dados divulgados pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran). Destes, 86 com idade de zero a 6 anos; 44 tinham entre 10 e 15 anos; e 101 com idade entre 16 e 17 anos.

Proteção

A resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estabelece que menores de dez anos devem ser transportados nos bancos traseiros, usando um tipo adequado de dispositivo de retenção, conforme idade, tamanho e peso.

As crianças com ou até um ano de idade deverão utilizar, obrigatoriamente, o bebê conforto. Já aquelas com idade superior a um ano e inferior ou igual a quatro anos, em cadeirinha. De quatro a sete anos e meio devem usar o assento de elevação e a partir de dez anos já podem utilizar o cinto de segurança.


Colaboração Detran