22°
Máx
14°
Min

Três comissionados são exonerados, mas esposas de ex-secretários continuam

(Foto: Tasabendo.com) - Três comissionados são exonerados, mas esposas de ex-secretários continuam
(Foto: Tasabendo.com)

Após recomendação do Ministério Público, a prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay (PR) exonerou três comissionados que haviam assumido a vaga de parentes. Outras duas servidoras, que entraram no lugar dos maridos, continuam na administração municipal.

Segundo a publicação do Órgão Oficial do Município, a prefeitura afastou Edoel Idílio Rocha do cargo de diretor geral da Secretaria de Controle, Fiscalização e Ouvidoria. Ele havia assumido a vaga do pai Edílio Rocha. O mesmo aconteceu com Gevilsson Gabriel Bruno, até então diretor especial de Governo. Ele é filho de Antonio da Silva, o ex-vereador Toninho Dondaque, que também havia deixado a administração.

A terceira exonerada foi Ofélia Paulino, que estava na diretoria geral da secretaria de Agricultura, deixada pelo namorado Ademir Franco de Lima.

Mantidas

As nomeações ‘em família’ foram feitas pela prefeita Regina Dubay após a saída de diversos comissionados que se colocaram à disposição dos partidos para o pleito eleitoral de outubro.

O Ministério Público considerou as nomeações irregulares já que os comissionados foram “substituídos por seus filhos e companheiras, a fim de manterem seu vínculo com a prefeitura e garantir vultuosos salários, afrontando o interesse público e a impessoalidade.”

Apesar da manifestação da 3ª Promotoria, a prefeita de Campo Mourão manteve duas servidoras no cargo. Continuam Ronise Cleia Galdino na Diretoria de Ação Social, no lugar do marido Sebastião Galdino, e Roseli Stanziola na Secretaria de Desenvolvimento, esposa do ex-secretário de Serviços Públicos, Cesar Stanziola.

A assessoria do promotor Marcos José Porto Soares comunicou que receberá nesta quarta-feira as informações do município e então decidirá como proceder em relação à manutenção das comissionadas. A Prefeitura de Campo Mourão divulgou que as duas diretoras permanecem nas funções até que Regina Dubay retorne de Curitiba

"Os fatos estão em análise junto ao jurídico do Município, onde estão sendo pontuadas as recomendações do Poder Judiciário para a tomada de decisão e os encaminhamentos necessários, considerando sempre os interesses do Município", alegou a administração.