22°
Máx
17°
Min

Trio é preso com carro de diarista assassinada dentro de casa

(Foto: Reprodução/Facebook) - Trio é preso com carro de diarista assassinada dentro de casa
(Foto: Reprodução/Facebook)

A polícia de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, investiga se os três homens que estão detidos na delegacia do município desde a madrugada desta quinta-feira (4) estão envolvidos no assassinato de Islene Severino de Lima, de 41 anos. Ela foi encontrada morta dentro de casa, na última terça-feira (2), com o corpo bastante ferido e com sinais de tortura.

O trio foi preso no bairro Alto Maracanã, em Colombo (também na RMC), com o carro da vítima, que foi levado no dia do crime. O Renault Sandero de Islene estava sem placas e os homens ainda estavam com uma arma sem documentação.

“A prisão destas pessoas é pela posse do veículo, não é em virtude do assassinato. Não significa se necessariamente elas tenham matado a vítima. Estamos investigando para verificar o que realmente aconteceu”, destacou o superintendente da delegacia, Emir Silveira.

Os presos disseram que compraram o carro em uma “pedra” - local onde vendedores se reúnem para comerciar veículos de maneira irregular - no Alto Maracanã, em Colombo. “Agora temos três nomes que podem, em tese, estar no local do crime. Já temos um norte para isso. Se não são eles, podemos chegar nos autores do crime”, comentou o superintendente.