22°
Máx
14°
Min

Troca de tiros acaba com suspeitos de assalto mortos

Troca de tiros acaba com suspeitos de assalto mortos

Depois de um assalto a uma lanchonete no Jardim Sabará, em Ponta Grossa, quatro suspeitos do crime se envolveram em uma troca de tiros com policiais militares na noite desta sexta-feira (27). O confronto armado acabou com a morte de dois rapazes de 20 e 22 anos e outras duas pessoas feridas. A ação aconteceu na Avenida Souza Naves, trecho urbano da BR-373.

Durante a noite, os criminosos invadiram uma lanchonete no bairro Chapada e fugiram em um Fiesta com dinheiro, celulares e outros objetos dos funcionários e clientes do estabelecimento. O Pelotão de Choque da PM foi acionado e realizou patrulhamento para encontrar os suspeitos. Quando estavam na Vila Romana, os policiais encontraram o veículo e um dos ocupantes atirou uma vez contra os policiais.

Eles conseguiram fugir, mas foram alcançados novamente na Avenida Souza Naves, quando teve início o tiroteio. Os policiais conseguiram acertar os pneus do carro e os suspeitos desceram do veículo com as armas em punho. De acordo com a PM, eles tentaram atirar contra os policiais, mas acabaram atingidos.

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu foram acionadas para prestar os primeiros socorros, mas um rapaz de 20 anos morreu ainda no local do confronto, enquanto o jovem de 22 anos morreu a caminho do hospital. O rapaz mais novo ainda não teve a identidade revelada, mas o jovem de 22 anos foi identificado pelos bombeiros como Gilmar Santos do Nascimento.

Ainda durante a ação, ficaram feridos uma mulher de 36 anos identificada como Loreci dos Santos Barcelos e um adolescente de 16 anos. Eles foram socorridos e levados para hospitais da cidade, onde permanecem internados com escolta policial.

Equipes do Instituto Médico-Legal (IML) e do Instituto de Criminalística foram até o local para recolher os corpos e levantar as informações sobre o tiroteio. Nenhum policial ficou ferido durante a ação.

Segundo informações da PM, os envolvidos no confronto armado ainda são suspeitos de outros assaltos registrados em Ponta Grossa nas últimas semanas. Com o grupo, foram encontrados dois revólveres calibres 32 e 38, além de uma espingarda calibre 12, munições e um facão.