28°
Máx
17°
Min

UEM vive crise financeira e deve R$ 2 milhões à Sanepar

(Foto: Divulgação/UEM) - UEM vive crise financeira e deve R$ 2 milhões à Sanepar
(Foto: Divulgação/UEM)

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) vive uma situação financeira delicada. Na quarta-feira (27), a Secretaria de Estado da Fazenda liberou o uso de pouco mais de R$ 10 milhões pela instituição, sendo que metade é destinada ao Hospital Universitário. O pagamento de bolsas de pesquisa, por exemplo, pode sofrer atraso.

Além disso, a UEM registra uma dívida de mais de R$ 2 milhões com a Sanepar e tenta negociar com a empresa do governo do Estado. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (28), o reitor Mauro Baesso declarou que é preciso calma para superar a crise econômica.

Segundo Baesso, o valor previsto na Lei Orçamentária Anual não é suficiente para honrar todos os compromissos, como as contas de água e energia elétrica. Ele declarou que a UEM faz um esforço para providenciar a quitação da dívida com a Sanepar, mas encontra dificuldades.

Apesar da soma milionária, não houve corte no abastecimento de água na UEM.

Colaboração Kelly Moraes da Rede Massa