22°
Máx
14°
Min

UEPG abre ano letivo e recebe calouros 2016

(Foto: Divulgação / Assessoria) - UEPG abre ano letivo e recebe calouros 2016
(Foto: Divulgação / Assessoria)

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) iniciou nesta segunda-feira (21) o ano letivo de 2016. Serão 204 dias de aula, com i primeiro semestre de 21 de março a 23 de julho; e o segundo, de 8 de agosto a 15 de dezembro. Entre mais de 7 mil acadêmicos, cerca de 1,9 mil são calouros, que foram recebidos com uma programação de acolhida, às 8h, 10h, 14h e 19h, nos campi Central e de Uvaranas, de acordo com o turno de cada curso. A integração dos novos estudantes acontecerá no decorrer da semana, em programação organizada pela Coordenadoria de Auxílio e Orientação ao Estudante (CAOE) e pelos setores de conhecimento.

Os alunos aprovados nos cursos dos setores de Ciências Sociais e Aplicadas (Secisa), de Ciências Humanas, Letras e Artes (Secihla) e de Ciências e Jurídicas (Secijur) participaram do programa de acolhida, no Campus Central. A cerimônia registrou a presença da vice-reitora Gisele Alves de Sá Quimelli, diretores de setor e coordenadores de curso. Durante a abertura do encontro com os calouros, a organização do evento destacou o empenho da UEPG em proporcionar aos alunos uma formação de qualidade que se sintetiza na ideia da ação entre o ensino de graduação e pós-graduação, bem como as atividades de pesquisa e extensão envolvendo professores e alunos.

O momento que marca a recepção envolveu Reitoria, coordenadores e professores e o repasse de informações sobre o funcionamento institucional e seus diversos setores. A vice-reitora fez a saudação aos calouros traduzindo em números a presença da UEPG no cenário do município, região, estado e Brasil. Gisele de Sá Quimelli assinalou que os alunos ingressam em uma instituição como 46 anos de formação como universidade, e mais de 60 anos de história no ensino superior. Destacou os vários pontos que colocam a instituição como importante em suas ações voltadas à formação na graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado). Desejou a todos uma boa estada na UEPG que é uma universidade construída com garra e qualidade, dizendo: “Não sejam visitas na UEPG, mas parte dela”.

Em Uvaranas

Às 10h, ocorreu a acolhida aos calouros dos cursos dos Setor de Ciências Biológicas e da Saúde (Sebisa) e do curso de bacharelado em Geografia, do Setor de Ciências Exatas e Naturais. Além do reitor Luciano Vargas e do pró-reitor Miguel Archanjo de Freitas Júnior, participaram do evento a diretora do Sebisa, Fabiana Postiglione Mansani, e o diretor do Sexatas, Luiz Alexandre Gonçalves Cunha, além dois coordenadores de curso. Para o professor Cunha, o momento de recepção aos calouros é gratificante. “Significa um momento de renovação, de recepção de gente muito jovem para a gente”. Ainda fez uma apresentação do Sexatas, que conta com sete cursos, sendo quatro de bacharelado e três de licenciatura.

Fabiana Mansani falou sobre o Sebisa como o maior setor da instituição, em número de alunos, professores e servidores. Falou da qualidade dos cursos, que são referência nas respectivas áreas. “Nosso compromisso é manter e ampliar o conceito dos nossos cursos e da instituição”, disse. Para marcar a chegada à universidade, o setor promoveu a Cerimônia do Jaleco, cuja ideia é mostrar ao acadêmico a responsabilidade de fazer parte da instituição e do setor que trabalha com a vida. “A cerimônia do jaleco tem objetivo de mostrar aos alunos, o profissionalismo e a ética, estabelecendo um compromisso em relação às atividades de ensino pesquisa e extensão, e também perante a UEPG, os professores, a estrutura física e a comunidade”.

No períoido vespertino, foram realizadas as acolhidas dos calouros dos cursos de Letras, no Campus Central; e dos cursos de História (bacharelado), Matemática (licenciatura), Química Tecnológica (bacharelado), Física (licenciatura e bacharelado), Ciências Biológicas (licenciatura), Música (licenciatura) e Artes Visuais (licenciatura), no Campus Uvaranas.

Colaboração Assessoria de Imprensa.