22°
Máx
16°
Min

UEPG inaugura obras da área da saúde em Uvaranas e Itaiacoca

(Foto: Divulgação) - UEPG inaugura obras da área da saúde em Uvaranas e Itaiacoca
(Foto: Divulgação)

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) inaugurou obras no valor de R$ 642 mil para os cursos do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde (Sebisa), no Bloco M (Campus Uvaranas) e no Centro Rural Universitário de Treinamento e Ação Comunitária (Crutac), no Distrito de Itaiacoca. Ainda assinou convênio com a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), com repasse de R$ 120 mil, via Fundo Paraná, para equipamentos e readequação do espaço que vai abrigar o Laboratório Multiusuário – Labmu-Sebisa, também no Bloco M.

No primeiro ato de inaugurações, no Bloco M, foram entregues as obras dos Laboratórios de Farmacognosia e de Atenção Farmacêutica, para o curso de Farmácia; e os laboratórios de Práticas de Enfermagem 1 e 2, além de um auditório, para o Departamento de Enfermagem e Saúde Pública. As obras no valor de R$ 436 mil, integram um pacote de recursos de R$ 4 milhões do Fundo Paraná, vinculado à SETI, para recuperação da infraestrutura da UEPG, liberados por meio de termos cooperação firmados em 2014.

As inaugurações tiveram sequência no Distrito de Itaiacoca, com a entrega da reforma e adequação do Laboratório de Análises Clínicas e da Clínica Odontológica do Crutac. Os recursos no valor de R$ 206 mil são oriundos do Programa Saúde Bucal da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), repassados à UEPG por meio de convênio com a SETI. As obras permitiram a renovação da parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, para atendimento odontológico e reativação da sala de vacinação, com maior comodidade às famílias do distrito.

A diretora do Sebisa, professora Fabiana Postiglione Mansani, destaca que o curso de Farmácia da UEPG soma 64 anos de existência, sempre buscando melhorias e inovações. Cita como exemplo, a implantação da Farmácia Escola, em 2004, com design moderno e contemporâneo. “Os novos laboratórios de Farmacognosia e de Atenção Farmacêutica vêm ao encontro das atuais possibilidades de ensino, pesquisa e extensão, tendo com plantas medicinais, como no treinamento do acompanhamento farmacêutico, hoje uma realidade cada vez mais valorizada na profissão farmacêutica”.

Sobre os novos espaços entregues para o departamento de Enfermagem, Fabiana Mansani lembrou que este é um dos cursos mais jovens da instituição, criado em 2003. “É um curso que através do esforço e da capacitação de seus professores vem crescendo de forma exponencial”. Os laboratórios de prática de enfermagem vão proporcionar a realização das atividades teórico-práticas por meio de simulação realística, de atendimento na prática de cuidar e também de urgência e emergência. Servirão ainda de cenário de prática para os cursos de Medicina e residências multiprofissionais. Da mesma forma, o auditório de Enfermagem abrirá espaço para os diversos eventos do Sebisa.

Já o Labmu-Sebisa terá a finalidade de apoiar o desenvolvimento das atividades de pesquisa e inovação do setor, vinculadas aos programas de pós-graduação strico-sensu e de iniciação científica. Visa ainda estimular o atendimento à comunidade externa, pública e privada; e contribuir com o desenvolvimento tecnológico regional, em ações vinculadas às áreas de ciências biológica e da saúde. “Um sonho realizado, é assim quando de forma pessoal conquistamos um objetivo”, disse Fabiana Mansani, ao comentar que a criação do Labmu-Sebisa foi um compromisso de campanha que inicia sua concretização a partir da assinatura desse convênio com o Fundo Paraná/SETI.

Na entrega das obras do Crutac, a diretora do Sebisa recordou das palavras do primeiro reitor da UEPG, professor Alvaro Augusto Cunha Rocha, sobre o início das atividades da UEPG em Itaiacoca, em 1976: “Um momento novo em que começamos a organizar equipes, implantar projetos e a construir a estrutura necessária do Crutac, onde passarão a ser desenvolvidas as atividades interdisciplinares de diferentes departamentos, como Serviço Social, Odontologia, Farmácia e Bioquímica e Educação”.

 Após 40 anos, prossegue Fabiana Mansani, A UEPG permanece aqui, na vanguarda das diretrizes e resoluções que definem hoje a curricularização da extensão universitária. “Com maior orgulho, afirmo que os cursos do Sebisa (Odontologia, Farmácia e Medicina) já desenvolvem suas ações extensionistas através da aplicação do Programa Crutac, inserido nas disciplinas obrigatórias dos cursos de graduação”. Para ela, isso demonstra que, após 40 anos, o Sebisa soube identificar a importância do atendimento à comunidade de Itaiacoca, bem como perceber a riqueza desse cenário de prática na formação de futuros profissionais.

Colaboração Assessoria de Imprensa.