22°
Máx
14°
Min

Urbs restabelece benefícios de sindicalista e sindicato suspende medida cautelar

O Sindicato dos Trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná (Sindiurbano) e a direção da Urbanização de Curitiba (Urbs), chegaram a um acordo quando ao impasse que havia se instalado entre a empresa e o presidente do sindicato, Valdir Mestriner, que acusava a direção da Urbs de “prática antissindical, por ter sido suspenso e ter os benefícios e salário cortados sem uma justificativa plausível”.

Conforme o Sindiurbano, “a mobilização dos servidores foi fundamental para que a direção revisse a situação”. Em reunião entre as partes, a diretoria da Urbs aceitou restabelecer o pagamento do salário e dos benefícios do presidente e suspendeu por 60 dias o inquérito aberto contra o dirigente sindical. Diante disso, a direção do sindicato suspendeu também a medida cautelar que havia ajuizado por assédio moral e perseguição, por entender que isso traria mais prejuízos financeiros à empresa. Também ficou acordado que “a direção do sindicato e a diretoria da empresa manterão o diálogo para estabelecer condições de convivência no campo pessoal entre dirigentes sindicais e gestores da empresa”.