22°
Máx
16°
Min

Usina Velha passa por processo de recapacitação

(Foto: Divulgação) - Usina Velha passa por processo de recapacitação
(Foto: Divulgação)

De ponto turístico de Jaguariaíva, a ‘Usina Velha’, situada no Parque Linear do Rio Capivari, voltará à ativa. Sua estrutura será recapacitada para operação e, até o final do ano, ela funcionará como uma central de geração hidrelétrica (CGH), com 1000 KW de potência instalada.

A exemplo do que ocorre na central hidrelétrica (PCH) Nova Jaguariaíva, que também pertencia à Companhia Nacional de Estamparia (Cianê), e hoje está sob a responsabilidade de grupo empresarial privado, a Usina Velha vai produzir eletricidade para oferta independente no mercado livre de energia. A detentora da concessão é a Jaguariaíva Energia.

Os investidores da nova indústria são de Minas Gerais e têm expectativa de atender à demanda de empresas que buscam eletricidade no mercado livre de energia. Neste ambiente os preços praticados são negociados livremente entre o consumidor e o agente de geração ou de comercialização. Este mercado livre, no entanto, não incluiu residências, as quais são atendidas pela Copel (mercado regulado).

Além de preservar o meio ambiente, evitando alagamento de novas áreas para construção de usina de energia, a reativação da Usina Velha vai promover a reforma da antiga estrutura, já castigada pelo tempo e que faz parte da história de Jaguariaíva. O local foi outorgado inicialmente, na década de 40, à Sociedade Anônima Matarazzo do Paraná. A concessão previa o aproveitamento da energia hidráulica de uma queda d’ água formada pelo desvio das águas do rio Jaguariaíva, para o rio Capivari, pelo prazo de trinta anos, para uso exclusivo da concessionária.

 Colaboração Assessoria de Imprensa.