24°
Máx
17°
Min

USP volta a registrar tremor em Londrina

(Foto: Reprodução/Centro de Sismologia USP) - USP volta a registrar tremor em Londrina
(Foto: Reprodução/Centro de Sismologia USP)

 O Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) voltou a registrar tremores de terra em Londrina na tarde desta terça-feira (16).

 Segundo comunicado, o abalo de 1.9 grau na escala Richter foi registrado às 16h02. Ainda não foi confirmado o local preciso do tremor.

É a 12ª vez que o fenômeno é registrado na cidade desde 14 de dezembro do ano passado. O último episódio havia sido em 21 de janeiro, quando o Fórum precisou ser evacuado após os tremores. 

Relatório entregue pela USP em 22 de janeiro aponta que a causa é natural. “Os estrondos ouvidos e sentidos em Londrina não são explosões e sim pequenos tremores de terra com foco na camada de rocha basáltica, abaixo da camada de solo. Os tremores são causados pelo deslocamento repentino, de apenas alguns milímetros, de bloco de rocha ao longo de fraturas geológicas”, diz trecho do  documento.

O órgão afirma que os pequenos tremores de terra não são raros no Brasil e não há como saber até quando a atividade continuará ocorrendo. “Ainda são necessárias mais investigações para melhor caracterizar os diversos focos e a orientação das fraturas que provocaram os tremores”, afirmam os pesquisadores do centro, afirmando que as estações temporárias seguirão colhendo dados em Londrina pelas próximas semanas.