24°
Máx
17°
Min

Usuários reclamam da demora da linha Inter Hospitais

Quem depende do ônibus Inter Hospitais, que circula pelo centro de Curitiba, precisa lidar com outros problemas além da saúde debilitada. Os atrasos constantes e o medo de que a linha deixe de funcionar preocupam os 130 passageiros diários, conforme mostrou a reportagem da Rede Massa.

A linha existe há 19 anos e foi criada com a proposta de facilitar o acesso aos hospitais e clínicas da capital. Mesmo com o crescimento da frota de ônibus de Curitiba, a rota ainda é procurada pelos pacientes, que encontraram no itinerário um caminho mais fácil para chegar a seus tratamentos de saúde.

Nos últimos anos, porém, o roteiro tem passado por dificuldades. A frota de dois carros passou para apenas um, conforme confirmou o motorista da linha. Com isso, os passageiros precisam esperar pelo menos uma hora de intervalo a cada presença do ônibus no ponto. Além disso, é constante a informação de que a linha será extinta.

“Está demorando muito. Se perder o ônibus tem que esperar mais de uma hora”, comenta a gerente comercial Marilice Kamarowski, de 44 anos. A linha é utilizada por toda a família e pelo menos uma vez por semana ela utiliza o ônibus para levar seus filhos, que são especiais, para tratamento na Unidade Mãe Curitiba. Além disso, Marilice também usa a rota para ir às suas consultas ou levar os filhos menores ao Hospital Pequeno Príncipe.

A Urbs, responsável pelo sistema de transporte coletivo em Curitiba, afirmou que não há nenhuma determinação ou projeto para que a linha Inter Hospitais deixe de funcionar. Além disso, a orientação aos usuários é que também utilizem a rede de transporte convencional, caso seja necessário, já que, desde a criação da linha há 19 anos, a frota atende várias regiões da cidade.

Mesmo com essa possibilidade, quem está acostumado a utilizar a linha reforça sua importância, apesar dos problemas enfrentados. No caso de Marilice, por exemplo, o ponto fica próximo a sua casa e leva poucos minutos para chegar aos hospitais. “Se não fosse o Inter Hospitais eu teria que pegar dois ônibus e ainda andar umas cinco quadras”, conta. “É uma linha muito importante”, diz.

Itinerário

Rodoferroviária

Hospital Cajuru

Hospital das Nações

Hospital Menino Deus

Associação de Deficientes Físicos do Paraná

Hospital Nossa Senhora das Graças

Hospital Evangélico

Hospital Militar

Hospital Cruz Vermelha

Hospital Vita Batel

Hospital Pequeno Príncipe

Unidade de Saúde Ouvidor Pardinho