22°
Máx
16°
Min

Vacinação contra a dengue começa sábado em Foz

Profissionais e voluntários participam de capacitação para a Campanha de Vacinação contra a Dengue (Foto: Assessoria) - Vacinação contra a dengue começa sábado em Foz
Profissionais e voluntários participam de capacitação para a Campanha de Vacinação contra a Dengue (Foto: Assessoria)

As 29 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Foz do Iguaçu estarão abertas no próximo sábado (13) para o início da Campanha de Vacinação contra a Dengue. A previsão é imunizar 60 mil pessoas até o dia 3 de setembro. 

Assim como em outras 27 cidades do Paraná, a vacina será destinada a pessoas com idade entre 15 e 27 anos, público que concentra 30% dos casos de dengue no estado. É imprescindível apresentar documento pessoal com foto e comprovante de residência.

Para acolher os pacientes, profissionais de saúde e voluntários que irão trabalhar na campanha estão passando por capacitação durante toda a semana. Amanhã (14), último dia de treinamento, será para colaboradores de hospitais da cidade. 

“A vacina contra a dengue é um produto novo, que ainda não faz parte da rotina dos profissionais. Por isso, a capacitação é fundamental para que os vacinadores tirem todas as dúvidas”, explicou o enfermeiro Roberto Doldan, da divisão municipal de Vigilância em Saúde.

Nas UBSs, o período para imunização será de acordo com o horário de funcionamento do local. Unidades que atendem das 7h às 19h irão oferecer a vacina das 8h às 18h. Já nos postos que abrem das 7h às 13h, a dose contra a dengue será aplicada no período entre 8h e 12h.

Além das UBSs, a vacina será levada aos adolescentes de colégios estaduais. O cronograma, que envolve estudantes de medicina e enfermagem que também estão passando por treinamento, prevê vacinação em, pelo menos, 15 escolas. 

“Todos que estiverem na faixa etária estabelecida pela SESA poderão receber a vacina, as únicas exceções são gestantes e lactantes, que não devem ser vacinadas”, advertiu a coordenadora do Programa de Imunização do município, Ângela Gonzalez.

Para agilizar o atendimento e evitar a formação de filas, os usuários podem fazer o pré-cadastro no site www.vacinadengue.saude.pr.gov.br. O sistema gera um número que deve ser apresentado na unidade de saúde de referência do morador (mais perto da casa do usuário). 

“Quem não tiver acesso à internet para preencher os dados, poderá fazer o cadastro em sua unidade de saúde, e irá receber a vacina da mesma forma, desde que apresente documento pessoal com foto e comprovante de residência”, disse Ângela.

A imunização contra a dengue é uma esperança para a redução de casos da doença, que esse ano matou 19 pessoas em Foz, sendo 14 moradores da cidade. De janeiro até o dia 4 de agosto foram notificados 13.234 casos, e 6.596 foram confirmados.

A vacina protege contra as quatro cepas virais. São três doses com intervalo de seis meses entre cada uma delas. Em fevereiro e agosto de 2017, serão aplicadas as doses de reforço, completando o esquema vacinal. Estudos clínicos indicam que a imunização pode reduzir o índice da doença em mais de 60%.

Colaboração: Assessoria de imprensa