27°
Máx
13°
Min

Varredor de rua fica à espera de ‘cinderelas’ em Londrina

Quem encontra o varredor de rua Orlando Salles pelas ruas do centro de Londrina já percebe algo de diferente no trabalho dele. O carrinho de coleta, ou ‘viatura’, como ele prefere chamar, é recheado de calçados infantis.

O trabalhador de 63 anos carrega, além do bom humor e simpatia, uma centena de tênis, sandálias e sapatos de crianças que caíram acidentalmente na rua.  “Via os sapatinhos caídos, às vezes alguns novos, e passava por cima. Até que um dia resolvi pegar. Hoje tem mais de 100”, conta.

Entre as mães sortudas que conseguiram recuperar o calçado perdido está a comerciante Quédima Carvalho, que faz questão de retribuir a gentileza oferecendo um cafezinho sempre que o gari passa por onde ela trabalha. “A gente nunca imagina que vai encontrar”, resume.

Quando a equipe da Rede Massa gravava uma reportagem com Salles, uma mãe identificou um tênis do filho, inclusive com o nome dele na sola. A doméstica Márcia Severina foi a quinta ‘Cinderella’ que viveu o conto de fadas propiciado pelo trabalhador.

(colaborou Derri Francis/Rede Massa)