22°
Máx
16°
Min

Vereador Luizinho Gari ganha dez dias para apresentar defesa

(Foto: Câmara Municipal de Maringá) - Vereador Luizinho Gari ganha dez dias para apresentar defesa
(Foto: Câmara Municipal de Maringá)

O vereador Luizinho Gari (PP) será notificado nesta terça-feira (19) para que, em dez dias corridos, apresente sua defesa à Comissão Processante que o investiga, formada por Mário Verri (PT), Márcia Socreppa (PTB) e Ulisses Maia (PDT). Na segunda-feira (18), eles tiveram a primeira reunião e definiram o cronograma dos trabalhos.

Luizinho Gari terá de apresentar a defesa por escrto, indicando as provas que pretende produzir e também até dez testemunhas que possam comprovar sua versão dos fatos. Ele é acusado de quebra de decoro após ficar 11 dias preso por supostamente ameaçar a ex-esposa.

Ao portal Massa News, o vereador declarou que está tranquilo em relação à Comissão Processante e afirma que a acusação é uma tentativa de atingi-lo politicamente. Ele ainda questionou os cuidados dados pela ex-mulher ao filho do casal.

Na última sessão, Luizinho Gari apresentou fotos do bumbum da criança vermelho, supostamente após tapas, e também dela andando de moto entre duas pessoas. “Eu só quero cuidar do meu filho. Se eles quiserem cassar meu mandato, a pensão vai cair e vou vir aqui pedir para eles pagarem os cuidados do meu filho. Eu estou tranquilo”, colocou.

Tramitação

Com a defesa de Luizinho Gari entregue, a Comissão Processante terá cinco dias para decidir se prossegue com a investigação ou arquiva o caso. Caso haja continuidade, o presidente Mário Verri determinará as diligências e oitivas necessárias.

Os integrantes da CP acordaram que todos os documentos e imagens apresentados pelo vereador serão anexados ao processo. Eles também decidiram que todas as reuniões serão gravadas e disponibilizadas no site da Câmara Municipal de Maringá, como medida de transparência.

A próxima reunião do grupo acontecerá no dia 2 de maio, às 17h, no Plenarinho do Legislativo.