22°
Máx
17°
Min

Vereador suspeito de ‘farra’ com dinheiro público tem bens bloqueados

(Foto: Divulgação) - Vereador suspeito de ‘farra’ com dinheiro público tem bens bloqueados
(Foto: Divulgação)

A pedido da Promotoria de Justiça de Imbituva, a 68 quilômetros de Ponta Grossa, a Justiça determinou o bloqueio dos bens do vereador Rubens Pontarollo, investigado por utilização irregular de verbas públicas. O réu foi presidente da Câmara de Vereadores e, nessa função, substituiu interinamente o prefeito, de janeiro de 2009 a novembro de 2010, período em que ocorreram as irregularidades, segundo ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Conforme apurou o MP-PR, o vereador gastou cerca de R$ 137 mil sem prestar contas, em valores atualizados. Várias notas fiscais apresentadas por ele demonstraram que o dinheiro não era usado para finalidade pública. Há comprovantes, por exemplo, de casas noturnas na capital e em Brasília. Além disso, há até cinco notas de alimentação com a mesma data, algumas com altos valores.

Além do bloqueio de bens, no valor de R$ 550 mil – incluindo o prejuízo ao erário e a multa civil –, a ação pede a condenação do réu às penas da Lei de Improbidade (como suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o Poder Público por cinco anos).

O vereador disse que ainda não tem conhecimento da decisão do MP, mas garante que as acusações da Promotoria são "levianas" e que "provará em Juízo" que não causou qualquer tipo de prejuízo aos cofres públicos.

Colaboração Assessoria de Imprensa.