22°
Máx
14°
Min

Vereadores de Foz usaram carro oficial e pagaram diárias irregulares

Juntos os legisladores gastaram cerca de R$ 2 mil, segundo ação do Ministério Público (Foto: Divulgação) - Vereadores de Foz usaram carro oficial e pagaram diárias irregulares
Juntos os legisladores gastaram cerca de R$ 2 mil, segundo ação do Ministério Público (Foto: Divulgação)

A 6ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu, Oeste do Paraná, que tem atribuição na área de Defesa do Patrimônio Público, ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra quatro vereadores da cidade da atual gestão, incluindo o ex-presidente da Câmara Municipal da cidade.

Na ação, o Ministério Público do Paraná sustenta o uso indevido de carro oficial e o pagamento irregular de diárias a três deles, com aval do chefe da Casa Legislativa, para participação em dois eventos da Associação de Câmaras de Vereadores do Oeste do Paraná ( Acamop), uma entidade de classe, ou seja, que não representavam interesse para a população da cidade.

Conforme a justiça, o então presidente da casa, José Carlos Neves da Silva (PMN), autorizou as viagens. Uma em novembro de 2013, outra, em maio de 2014, para as cidades de Corbélia, Céu Azul e Quatro Pontes.

Somando as despesas, Paulo Rocha (PSB), Rudnei Moura (PSD) e Marino Garcia (PDT), gastaram quase R$ 2 mil dos cofres públicos.

Uma eventual condenação por ato de improbidade administrativa pode levar a sanções como a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, devolução dos valores gastos indevidamente ao erário e multa.

Colaboração: Assessoria de imrpensa