24°
Máx
17°
Min

Vigilância em Saúde usará armadilhas para capturar mosquito da dengue em Paranavaí

Equipamentos começarão a ser instalados no Jardim Morumbi (Foto: James Gathany/Wikimedia Commons) - Vigilância em Saúde usará armadilhas para capturar mosquito da dengue
Equipamentos começarão a ser instalados no Jardim Morumbi (Foto: James Gathany/Wikimedia Commons)

Em Paranavaí, o Comitê Municipal de Combate e Prevenção à Dengue decidiu, em reunião realizada na quinta-feira (21), passar a utilizar armadilhas para captura do mosquito Aedes aegypti.

Foram adquiridas 20 armadilhas, de R$ 120 cada, por meio do Vigiasus, programa da Secretaria de Estado da Saúde que visa fortalecer as ações nos municípios. A instalação dos equipamentos começará pelo Jardim Morumbi, onde foram constatados dois casos de Zika Vírus e quatro de dengue em uma área de nove quarteirões.

“Vamos fazer um trabalho-piloto naquela região para medirmos os resultados com essas armadilhas. Posteriormente, acreditamos que essas armadilhas vão dar um melhor respaldo na área central, com a instalação dos equipamentos nos fundos dos comércios. Isso vem como complemento para as ações e esse trabalho terá um monitoramento diário”, explicou o diretor da Vigilância em Saúde (Visa), Randal Fadel Filho.

Lira

Durante a reunião, também foram apresentados os números do terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes (Lira) de 2016. Paranavaí apresenta baixo risco para transmissão de dengue, com 0,2% de incidência média de criadouros do mosquito, nos imóveis visitados. Os dois primeiros Liras realizados este ano registraram 2,8% e 0,5% respectivamente.

Até a última quarta-feira (20), o município notificou 1.050 casos suspeitos de dengue, dos quais 134 foram positivos, 914 negativos e outros dois aguardam resultado. O último caso positivo foi registrado no dia 5 de maio. De acordo com a Vigilância em Saúde, só no mês de junho foram eliminados 181 criadouros com larvas do Aedes aegypti. 

Mutirão

Segundo o secretário de saúde do município, Agamenon Arruda de Souza, em agosto será feito um mutirão para alertar a população e prevenir que o número de larvas se prolifere com a chegada das chuvas e altas temperaturas.

Colaboração Prefeitura de Paranavaí