22°
Máx
14°
Min

Viúva de prefeito, acusada de tentar matar suposto algoz do marido, é inocentada

(Foto: Rede Massa) - Viúva de prefeito, acusada de tentar matar suposto algoz do marido, é inocentada
(Foto: Rede Massa)

A viúva do ex-prefeito de Barbosa Ferraz (a 78 quilômetros de Cianorte), Marinalva Carvalho, foi absolvida em júri popular realizado na quinta-feira (28), em Jandaia do Sul. Ela era acusada de tentar ‘fazer justiça com as próprias mãos’ contra Dioniclei Oliveira, o homem que teria matado seu marido Mário Lopes de Carvalho.

A Promotoria sustentava que Marinalva Carvalho teria ido até São Pedro do Ivaí, em 2010, e atirado três vezes contra Oliveira, que conseguiu escapar ileso. Ela negou a versão e afirmou que disparou para se proteger havia se sentido ameaçada. O júri entendeu que Marinalva agiu em legitima defesa e ela foi absolvida.

O marido da ré foi assassinado em 2009. O principal suspeito de cometer o crime é Oliveira, que teria matado o gestor por ciúmes da namorada, que era funcionária pública e teria sido assediada pelo então prefeito. O ex-gestor sofreu várias agressões e levou cinco tiros. Segundo o delegado que à época acompanhou o caso, Juarez Dias, Oliveira confessou o crime.

“Disse que tinha ciúmes do prefeito com a namorada e que ela tinha alguma coisa com ele, mas não comprovamos nada. Tudo que era gravação do prefeito que mandava para o setor em que ela trabalhava, não tinha nada. Pelo menos, não encontramos fato de algum sentimento”

Dioniclei Oliveira chegou a ficar preso por oito meses, mas obteve um habeas corpus e responde em liberdade. Passados seis anos do homicídio do ex-prefeito de Barbosa Ferraz, o julgamento do caso segue sem data definida.

Colaboração Fernando Rípoli da Rede Massa