24°
Máx
17°
Min

Voluntários são chamados para mutirão contra o Aedes aegypti

São Mateus do Sul promove novo mutirão contra a dengue no próximo sábado e convoca voluntários (Foto: Divulgação / Prefeitura) - Voluntários são chamados para mutirão contra o Aedes aegypti
São Mateus do Sul promove novo mutirão contra a dengue no próximo sábado e convoca voluntários (Foto: Divulgação / Prefeitura)

A coordenação dos trabalhos de combate ao Aedes aegypti em São Mateus do Sul realiza no próximo sábado (27) um mutirão contra o mosquito transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya. Voluntários vão poder contribuir ativamente para o trabalho de prevenção com atividades de coleta de larvas nas vilas Amaral, Pinheirinho, Prohmann e na região central da cidade.

Os participantes vão passar por um treinamento no sábado, às 7h30, no Centro de Saúde, onde vão aprender como identificar possíveis focos do mosquito, coleta de larvas e o manuseio correto dos equipamentos. A Prefeitura vai disponibilizar todo o material e transporte até o local da vistoria.

Interessados em participar devem comparecer até sexta (26) na Vigilância Sanitária (dentro do Centro Municipal de Saúde Jair dos Santos Pacheco, na R. 21 de Setembro, 355) para preencher um pré-cadastro de voluntários. A inscrição é importante para que a prefeitura possa providenciar o número adequado de material de trabalho das equipes. Universitários que queiram participar da atividade terão direito a certificado de oito horas complementares.

Aedes aegypti em São Mateus do Sul

Atualmente, mais de 30 profissionais realizam trabalho de campo em São Mateus do Sul. Eles circulam pelos bairros do município fazendo vistorias e orientando a população sobre a gravidade da situação em todo o país. Com a urgência da situação, agentes comunitários de saúde e estagiários também foram convocados para a prestação desse importante serviço de prevenção. Larvas de Aedes aegypti já foram encontradas em quatro ocasiões diferentes em São Mateus do Sul. Duas na Vila Palmeirinha e uma na região central, no ano passado; e, neste ano, na Vila Nova. A cidade teve nove casos de dengue notificados e dois descartados. Os outros sete ainda estão sob análise.

Colaboração Assessoria de Imprensa.