27°
Máx
13°
Min

Acredito na honestidade de Dilma até prova em contrário, diz ministra

(Foto: Roberto Stuckert Filho/PR) - Acredito na honestidade de Dilma até prova em contrário, diz ministra
(Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB-TO), defendeu a presidente Dilma Rousseff em sua conta no Twitter. "Continuarei escrevendo que acredito na honestidade da presidente Dilma. Até que me provem o contrário. Pedalada não é argumento", afirmou Kátia, assinalando que não aceitará "patrulha" sobre sua posição.

"Enquanto for ministra, continuarei trabalhando pelo agronegócio. O Brasil não pode parar", escreveu a ministra na rede social. "As pessoas produzem, precisam vender os produtos, industrializar, exportar, precisam de crédito, estradas. Continuarei cumprindo meu dever."

Na semana passada, surgiram rumores de que a ministra teria decidido sair do governo antes mesmo da decisão oficial do PMDB, prevista para o fim do mês. Fontes disseram ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que Kátia Abreu não digeriu a entrada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na equipe presidencial, como ministro da Casa Civil. Na sexta-feira, ela comentou no Twitter que não mencionou "este assunto com ninguém". "São apenas ilações", escreveu.

Nesta segunda-feira, a ministra disse que espera que a Justiça continue fazendo o seu trabalho. "Confio nisto. Tudo será esclarecido e os culpados punidos." Ela criticou as manifestações de ódio na internet. "A Justiça e a urgência nos julgamentos têm que ser para todos."