22°
Máx
16°
Min

Aécio felicita Anastasia após sua eleição como relator

(Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado) - Aécio felicita Anastasia após sua eleição como relator
(Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado)

Mesmo não sendo integrante da comissão especial do impeachment, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) entrou na sala de reuniões logo após a eleição do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) como relator. Sorrindo, ele felicitou o companheiro tucano e cumprimentou também o presidente da mesa, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), durante a sessão desta terça-feira, 26.

Na segunda-feira, o ex-candidato à Presidência da República ironizou as críticas dos governistas ao nome de Anastasia. "Fico muito feliz de ver que o único defeito que encontram nele é o fato de ele ser meu amigo. Se esse é o problema, acho que ele tem um grande aval para assumir esse posto." E brincou: "Quem sabe posso brigar com ele até o final desse processo para que esse seu defeito seja sanado pelo menos de forma temporária".

Anastasia permaneceu calado por cerca de duas horas, durante toda a discussão entre os senadores da comissão. O bloco de apoio ao governo declarou-se contrário à indicação do tucano à relatoria (foram 5 votos contrários a sua eleição). O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) se disse "inconformado" com o fato de Anastasia ser aliado de Neves: "Um dos responsáveis pela nossa crise política e um derrotado, que não aceitou o resultado das urnas que elegeram Dilma Rousseff". Farias foi vaiado pela maioria dos presentes.

Em sua primeira fala como relator, Anastasia disse que tem "o dom da serenidade" e que isso vai servir para desempenhar a função com "responsabilidade e seriedade". "Vamos ouvir, debater, de forma aberta e democrática", afirmou.