23°
Máx
12°
Min

Após aval médico, Rose de Freitas votará a favor do afastamento de Dilma

Após ter passado mal na sexta-feira e não ter votado na Comissão Especial do Impeachment da presidente Dilma Rousseff, a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) recebeu nesta quarta-feira, 11, o aval de médicos que a acompanhavam em São Paulo para votar na sessão de afastamento da petista. Rose se posicionará favorável à retirada temporária de Dilma por 180 dias, período em que deverá ser julgada pelo Senado.

Rose realizou ontem vários exames no hospital Sírio-Libanês em São Paulo, cujos resultados foram divulgados às 14 horas de hoje. Nesta tarde, segundo a assessoria, ela recebeu aval dos médicos para participar da sessão e deverá voar para Brasília em breve.

Na sexta-feira passada, a senadora sentiu-se mal durante a comissão do impeachment e foi encaminhada ao Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, na capital do País. Segundo boletim médico divulgado na própria noite de sexta-feira, os exames revelaram que Rose havia tido uma isquemia transitória, popularmente conhecida como ameaça de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Em dezembro, à reportagem, a senadora dizia não haver sustentação para o impedimento da presidente.