21°
Máx
17°
Min

Após encontro com Temer, Rollemberg anuncia reunião de governadores na segunda

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB) afirmou, após encontro com o presidente em exercício Michel Temer, no Palácio do Planalto, que convidará todos os governadores para uma reunião prévia na segunda-feira, 20, em Águas Claras (DF), antes de um encontro previsto com Temer para as 15 horas, para tratar da renegociação da dívida dos Estados. Também está prevista para a segunda-feira uma reunião entre os secretários estaduais de Fazenda com o Tesouro Nacional, às 10h, para debater o tema.

"A partir da confirmação da reunião (dos governadores com o presidente da República), nós vamos ligar para os governadores, convidar os governadores que estavam sugerindo que a gente fizesse uma reunião prévia para alinhar uma posição e essa reunião deve acontecer na segunda-feira pela manhã em Águas Claras e às 15h teremos a reunião com o presidente da República", disse. A ideia de um grande encontro de Temer com os governadores para anunciar um acordo na questão da renegociação da dívida dos estados já foi cogitada outras vezes no Planalto, mas até agora ficou apenas na promessa.

Rollemberg admitiu que as particularidades dos Estados devem ser levadas em conta, mas que há pontos que são cruciais para todos. "O período de carência da dívida, uma redução de estoque e o alongamento para pagamento dessas dividas, isso atende a todos os Estados", afirmou. "No nosso caso, a retomada das operações de crédito é fundamental para que tenhamos recursos para novos investimentos."

O encontro com Rollemberg não constava na agenda do presidente. Hoje, durante o dia, e em meio a uma série de notícias negativas, como a demissão do ministro Henrique Eduardo Alves (Turismo), Temer tentou criar uma agenda positiva. Após um pronunciamento pela manhã para se defender das acusações do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, Temer trouxe para o Planalto a cerimônia de expansão do Fies e agora Rollemberg concedeu coletiva de imprensa.

Segundo Rollemberg, Temer estava "muito tranquilo". "Muito desejoso de que essa reunião com os governadores possa buscar uma solução definitiva para essa questão, porque o presidente sabe da importância disso para a melhoria do ambiente econômico dos Estados e para que se possa retomar o crescimento, o emprego", disse.

Rollemberg disse que conversou a sós com Temer, mas que ele não comentou a saída do ministro do Turismo. "Tratamos apenas desses temas, da reunião dos governadores", disse.