27°
Máx
13°
Min

Após polêmica, Valdemir Soares renuncia ao cargo de vereador

(Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Curitiba) - Após polêmica, Valdemir Soares renuncia ao cargo de vereador
(Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Curitiba)

O vereador Pastor Valdemir Soares, do PRB, apresentou na tribuna da Câmara de Vereadores, nesta manhã (6), o pedido de renúncia ao mandato.

Conforme o Pastor, neste momento, ele entendeu ser melhor sair, do que demonstrar um ‘apego’ excessivo ao cargo. Em seu discurso, ele afirma que “sai tranquilo, que renuncia porque quer continuar honesto”. “Se alguma atitude minha pareceu desonesta, peço desculpas, mas entendo que maior que o apego, e toda a questão da briga que geraria para provar minha inocência, e com certeza eu provaria, não valem a tranquilidade da minha consciência”, disse.

Ele também relatou vários projetos dos quais fez parte e colaborou. Relatou que em 2004 foi eleito como o vereador mais bem votado do Brasil, com 19 mil votos, e que tudo que fez até hoje, não se perderá com sua saída. 

“Saio pela porta da frente deste Parlamento, mas continuarei fazendo do lado de fora, o que fazia aqui”.

O agora ex-vereador, destacou que após seu posicionamento em relação a renúncia, várias outras situações de ‘possíveis erros em votações’ vieram à tona. “Desejo que tudo seja esclarecido, que as votações fiquem clara, para que ninguém mais passe pelo que passei. Que vereador que não votou não tenha o voto computado, que vereador que votou contra não tenha o voto computado a favor”, disse. 

Pastor Valdemir agradeceu a Deus, a família, aos colaboradores e assessores, e encerrou seu pronunciamento com um versículo bíblico. “De que vale ganhar o mundo e perder a alma”.

Colaboração Rede Massa