22°
Máx
17°
Min

Após votação da PEC do Teto, ministro licenciado Fernando Coelho vai a Londres

(Foto: Divulgação) - Após votação da PEC do Teto, ministro Fernando Coelho vai a Londres
(Foto: Divulgação)

Licenciado do cargo de ministro de Minas e Energia para participar nesta segunda-feira, 10, da votação da PEC 241, o deputado Fernando Coelho (PSB) deve embarcar nesta quarta-feira (12) para Londres onde participará de encontro com empresários locais.

A viagem, segundo ele, é organizada pelo secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco.

"Vamos fazer uma apresentação da nossa pasta. O carro-chefe será a discussão das novas rodadas do pré-sal e as distribuidoras de energia elétrica", afirmou o ministro licenciado. A previsão é de que as rodadas de apresentação dos projetos de infraestrutura na capital inglesa ocorram até a próxima sexta-feira (14).

No último dia 13 de setembro, após a primeira reunião do Programa de Parcerias para Investimentos (PPI), o governo federal anunciou projetos de infraestrutura destinados à concessão da iniciativa privada, incluindo também a área de energia e mineração.

Entre os projetos está a quarta rodada de licitações de campos marginais de petróleo e gás natural (campos terrestres) sob o regime de concessão; a décima quarta rodada de licitações de blocos exploratórios de petróleo e gás natural sob o regime de concessão; segunda rodada de licitações sob o regime de partilha de produção.

PEC do Teto

Presente na sessão do plenário da Câmara, que iniciou a discussão da PEC do Teto, Fernando Coelho afirmou que partiu dele a iniciativa de se licenciar do cargo e ressaltou que acredita numa vitória ampla do governo no dia de nesta segunda.

"Na verdade a gente desde o começo dentro do governo, acompanhando a importância dessa matéria, nós pedimos, no caso eu e o ministro Bruno Araújo (Cidades), para voltar e ajudar, não só com o voto como também na articulação. Tenho convicção de que o governo tem votos suficientes para aprovar a matéria", considerou.

Durante a sessão, a expectativa de integrantes do Palácio do Planalto e lideranças do governo é votar apenas o primeiro turno da Emenda Constitucional. A conclusão da votação (segundo turno) está prevista para ocorrer apenas no final deste mês, entre os dias 24 e 25, após o presidente Michel Temer retornar de viagem que fará ao Japão.

De acordo com cálculos de integrantes da base aliada, a PEC do Teto deverá ser aprovada na noite desta segunda-feira com mais de 350 votos. São necessários no mínimo 308.