20°
Máx
14°
Min

Aprovação de meta indica compromisso do Congresso, diz nota da Fazenda

O Ministério da Fazenda distribuiu nesta quarta-feira, 25, nota à imprensa na qual comenta a aprovação da meta fiscal de 2016 pelos parlamentares na madrugada do mesmo dia. Segundo a nota, a aprovação da revisão da meta pelo Congresso Nacional "indica que a instituição está comprometida com a superação da crise e de recuperação da economia brasileira".

Em votação simbólica, senadores e deputados aprovaram por volta das 4 horas desta quarta-feira a alteração da meta fiscal que permite um déficit de R$ 170,5 bilhões nas contas do governo central ao fim de 2016.

Na nota, a Fazenda destacou que "a decisão do Congresso é um passo importante na redução de grandes incertezas que cercavam, e ainda cercam, a trajetória das contas públicas". Com isso, segundo o Ministério, a decisão do Legislativo contribui para dar sustentação a sinais ainda incipientes de recuperação dos indicadores de confiança.

Ainda de acordo com a Fazenda, "a ação persistente e conjunta dos poderes constituídos determinará a superação definitiva das citadas incertezas e o fortalecimento da confiança de empresários e trabalhadores". Como consequência natural desse ambiente, continua o Ministério, o Brasil terá o retorno dos investimentos e da geração de empregos.

Mais cedo, o presidente em exercício, Michel Temer, classificou o resultado da votação no Congresso como "uma bela vitória". "Eu falo com vocês depois porque ficamos assistindo até às 4h30. Foi uma bela vitória", disse Temer, após participar de cerimônia de entrega de cartas credenciais de embaixadores no período da manhã.

A meta fiscal aprovada nesta madrugada agora segue para a sanção presidencial. A sessão foi marcada por tentativas da oposição de obstruir a votação.

Na terça-feira, em fala aos líderes da base aliada no Planalto, o presidente em exercício disse que a aprovação da meta seria o primeiro teste para o governo e para o Legislativo.