22°
Máx
16°
Min

Audiência pública ouve Grupo Nossa Senhora das Graças sobre atendimento à saúde

(Foto Dálie Felberg/Alep) - Audiência pública ouve Grupo Nossa Senhora das Graças sobre atendimento à saúde
(Foto Dálie Felberg/Alep)

Por iniciativa do deputado Alexandre Curi, com o apoio do presidente da Comissão de Saúde Pública, deputado Dr. Batista, o Plenarinho da Assembleia Legislativa sediou na manhã desta quarta-feira (16) uma audiência pública em que o grupo Nossa Senhora das Graças expôs o trabalho que vem realizando especialmente através do SUS, que representa grande parte de seu atendimento. Além de Curitiba, onde a Companhia das Filhas da Caridade São Vicente de Paula é responsável pelo Hospital Nossa Senhora das Graças – HNSG (222 leitos) há mais de 60 anos, e pela Maternidade Mater Dei (73 leitos), o grupo mantém dois hospitais em Apucarana, o Providência (148 leitos) e o Materno Infantil (111 leitos), o hospital de Ribeirão do Pinhal (49 leitos) e o hospital Materno Infantil Dr. Jeser Amarante Faria (129 leitos), em Joinville (SC). A exceção de Ribeirão do Pinhal, município com cerca de dez mil habitantes na região de Cornélio Procópio, as instituições são de alta complexidade.

O diretor-executivo do HNSG e presidente da Fenipa, Flaviano Feu Ventorim, afirmou que as redes hospitalares que se dedicam à filantropia e atendem através do SUS estão encontrando dificuldades para receber recursos do Ministério da Saúde. Isso dentro de um quadro agravado pela crise econômica e pelo crescimento do desemprego, com a procura crescente pelos serviços do SUS. Referindo-se à necessidade de ampliação das instalações dos hospitais mantidos pelo Grupo com a finalidade de responder às demandas regionais, Ventorim pediu o apoio dos parlamentares, em especial da Comissão de Saúde Pública, na busca de soluções que possam melhorar a qualidade dos serviços oferecidos à população.

Participaram do encontro, além dos deputados Alexandre Curi e Dr. Batista, o superintendente de unidades hospitalares próprias da Secretaria Estadual de Saúde, Charles London, representando o secretário Michelle Caputo, e a diretora geral do Hospital Nossa Senhora das Graças de Curitiba, irmã Maria de Fátima Sobral.

Colaboração Alep.