22°
Máx
16°
Min

Bancada do PMDB decide votar favoravelmente ao impeachment, diz Picciani

O líder do PMDB da Câmara, Leonardo Picciani (RJ), afirmou na tarde deste domingo, 17, na tribuna do plenário que a bancada do partido vai se posicionar a favor do pedido de abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. No discurso, apesar de orientar a bancada, Picciani - que defende a permanência de Dilma no poder - não declarou seu voto pessoal.

"Nossa bancada irá encaminhar o voto sim, mas nós sabemos que, aconteça o que acontecer, amanhã nós teremos um novo dia e uma nova etapa na vida nacional", disse. O deputado fez um apelo para que amanhã seja iniciada uma discussão sobre o futuro do Brasil. Para ele, é preciso criar um ambiente político propício para que os avanços possam ocorrer.

Picciani agradeceu ao PMDB pelo respeito, já que sabem sua posição. "O fim desse processo deve ser um só, a vitória do Brasil", declarou.

Ao descer da tribuna do plenário, Picciani veio diretamente cumprimentar a ala governista. À reportagem, Picciani disse contar com apenas oito ou dez votos pró-governo. "As contas não valem mais nada, é começar a votar e ver o que dá", desabafou, com olhos marejados.