26°
Máx
19°
Min

'Brasil golpista' e 'Brasil democrático' vão duelar em SP, diz Dilma a Haddad

A presidente afastada Dilma Rousseff afirmou, em carta enviada ao prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, que "o Brasil golpista e o Brasil democrático estarão duelando na eleição de outubro em São Paulo". Dilma não esteve presente na convenção municipal do PT, realizada neste domingo, 24, mas enviou o documento para o candidato à reeleição municipal.

"O Brasil mesquinho e o Brasil generoso com os mais pobres e historicamente excluídos irão se enfrentar nas eleições para prefeito e vereadores de São Paulo", escreve Dilma. "Felizmente, na luta pela igualdade, a justiça e a democracia estarão muito bem representados na candidatura à reeleição do nosso prefeito Fernando Haddad".

Para a presidente afastada, Haddad é uma grande liderança na política brasileira e "a face mais brilhante de uma nova e competente geração de administradores", afirmando que a reeleição do petista será o atributo mais importante que a cidade de São Paulo poderá prestar a si mesma.

"Como desejo o melhor a São Paulo, só posso almejar que você, meu amigo Fernando, tenha muito sucesso em sua campanha. A sua vitória será a vitória da democracia em seu sentido mais pleno de inclusão, civilidade e justiça", finaliza Dilma.