23°
Máx
12°
Min

Caiado afirma que Silveira já não tinha condições para continuar no cargo

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) avaliou como positiva a saída de Fabiano Silveira do ministério da Transparência, Fiscalização e Controle. Silveira pediu demissão do cargo nesta segunda-feira, 30. Para Caiado, o ministro "já não tinha condições de continuar no comando da pasta".

"A sociedade não vai admitir qualquer retrocesso na investigação de desvios de integrantes do governo", declarou. "Temer precisa adotar sempre esse padrão de afastar e de não transferir problemas individuais para o governo. Só assim terá tranquilidade para tirar o País desse momento difícil", afirmou o parlamentar por meio de nota.

O pedido de demissão de Silveira foi feito menos de 24 horas após o vazamento de um áudio gravado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, em que ele orienta o executivo e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sobre como deveriam agir em relação às investigações da Lava Jato. A queda de Silveira acontece uma semana após o afastamento de Romero Jucá (PMDB-RR) do ministério do Planejamento. O ex-ministro também foi flagrado em áudios com o ex-presidente da Transpetro. Apesar de Temer ter declarado que não demitira o ministro, diversos membros da base aliada na Câmara e no Senado vinham pedindo o seu afastamento.