23°
Máx
12°
Min

Candidato em Porto Alegre, Marchezan corre para chegar a tempo de votação de PEC

O deputado federal Nelson Marchezan Júnior (PSDB) faz uma maratona nesta segunda-feira, 10, para cumprir os compromissos de campanha à prefeitura na capital gaúcha sem perder a sessão que vai apreciar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que institui um teto para os gastos públicos. O tucano está em Porto Alegre desde a semana passada e participa, às 14h30, de um debate com seu adversário, o atual vice-prefeito, Sebastião Melo (PMDB). O voo para Brasília sai por volta das 17 horas, com previsão de chegada às 20 horas.

"Acredito que chego a tempo", disse Marchezan, considerando que os trâmites em plenário anteriores à votação devem ocupar a tarde inteira. A equipe de campanha do deputado tentou transferir o debate em Porto Alegre, mas não conseguiu chegar a um acordo com os organizadores. A sessão para discutir a PEC do Teto foi aberta no início da tarde desta segunda na Câmara dos Deputados.

Marchezan votará a favor da medida. "Acho que o Brasil caiu na real, chega de demagogia. Não tem como fazer gastança, o dinheiro não cai de árvore", defende. A base governista prevê que a PEC do Teto será aprovada com folga nesta votação em primeiro turno, podendo chegar a 380 ou até 390 votos - são necessários pelo menos 308 votos favoráveis.

Marchezan vem se dividindo entre Brasília e Porto Alegre durante toda a campanha eleitoral. "A consciência está muito tranquila, porque fiz a opção de concorrer mantendo minha atuação parlamentar. O que está difícil é de aguentar fisicamente. Tenho dormido muito pouco", disse. Ele retorna à capital gaúcha já nesta terça-feira para gravar programas de televisão.