26°
Máx
19°
Min

Candidatos à presidência da Câmara fazem romaria por votos do PSDB

Dono da terceira maior bancada de deputados da Câmara, o PSDB está sendo alvo nesta terça-feira, 12, de intenso assédio por parte dos candidatos ao mandato tampão de presidente da Casa. A bancada tucana, que está reunida há mais de três horas, teve seu debate interno interrompido pela "visita" de seis dos 12 candidatos inscritos.

Ao chegar à sala de reuniões da liderança do PSDB, o deputado Rodrigo Maia (DEM- RJ) teve que esperar em uma sala ao lado o fim da visita de Beto Mansur (PRB-SP). "Se o PSDB sair unido, definirá o presidente", disse Mansur ao sair do encontro.

Apesar do assédio, os tucanos dizem que a decisão da bancada só será anunciada amanhã, por volta do meio dia.

O Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, apurou que todos os candidatos prometeram apoiar o PSDB na disputa pela presidência da Câmara em 2017, quando o deputado Antônio Imbassahy (BA), líder da bancada, deve ser candidato com apoio do Palácio do Planalto.