26°
Máx
19°
Min

CNJ pede ao STF delação de Sérgio Machado para investigar Fabiano Silveira

O Conselho Nacional de Justiça solicitou nesta sexta-feira, 3, ao Supremo Tribunal Federal (STF) os detalhes da delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado para conduzir um pedido de providências - procedimento investigativo -, da Corregedoria contra o ex-ministro da Transparência Controle e Fiscalização Fabiano Silveira.

Silveira pediu demissão do cargo na segunda-feira, 30, após vir à tona gravações de conversas dele com o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) nas quais o ex-ministro, na época conselheiro do CNJ, fazia críticas à Lava Jato e indicava que havia procurado o MPF para obter informações que pudessem ajudar a defesa de Calheiros, alvo de 12 inquéritos no Supremo Tribunal Federal decorrentes da operação.

As gravações foram feitas por Sérgio Machado, também alvo da Lava Jato, que conversou com vários políticos da cúpula do PMDB e registrou todos os diálogos antes de fechar um acordo de delação com a Procuradoria-Geral da República para contar o que sabe sobre o esquema de corrupção na Petrobras e na BR Distribuidora envolvendo peemedebistas.

O procedimento contra Silveira é inédito e o próprio plenário do CNJ terá de definir como será analisada a conduta dele enquanto ocupava um cargo de conselheiro no órgão. Além de eventuais punições administrativas, o caso dele pode ser encaminhado ao Ministério Público Federal para que sejam tomadas outras medidas.