20°
Máx
14°
Min

Com 30 deputados, PTN, PHS, PSL, PROS e PEN anunciam 26 votos pró-impeachment

Com 30 deputados, o grupo de partidos nanicos formado por PTN, PHS, PROS, PSL e PEN anunciou nesta quinta-feira, 14, que dará 26 votos a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff na votação de domingo, 17. Alegando "estratégia", o grupo não quis, contudo, explicitar a divisão dos votos por sigla.

O anúncio foi feito pela deputada federal Renata Abreu (SP), vice-presidente nacional do PTN, ao lado de um representante de cada legenda. "A população está nas ruas e, sim, estamos ouvindo. (...) É com orgulho que anunciamos que 26 deputados votarão a favor do impeachment", afirmou.

Renata disse que, até domingo, o grupo trabalhará para convencer a mudar de ideia os quatro deputados que são contra o impeachment, cujos nome não quis revelar. Segundo apurou o Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, entre eles estão Givaldo Carimbão (AL), líder do PHS, e Odorico Monteiro (PROS-CE).

De acordo com o deputado Alfredo Kaefer (SP), líder do PSL na Casa, os 26 votos foram fechados após conversas do grupo com todos os 30 deputados. "Eles falaram para a gente que vão votar a favor, mas também podem estar negociando com o governo", reconheceu o parlamentar.

Pelo placar do impeachment do jornal O Estado de S. Paulo, o grupo dos nanicos só tem 20 votos declarados a favor do impeachment, sendo 8 do PTN, 6 do PHS, 3 do PROS, 2 do PSL e 1 do PEN. Outros oito já se declararam contra o impedimento: PTN (3), PROS (3), PHS (1) e PEN (1). Há ainda outros dois indecisos do PTN.