27°
Máx
13°
Min

Com a presença de Temer, Gilmar Mendes toma posse como presidente do TSE

Começou nesta noite a sessão de posse do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A cerimônia conta com a presença do presidente da República em exercício, Michel Temer. Ao abrir a sessão, o ministro Dias Toffoli, que deixa a presidência da Corte, disse que o Brasil vive um "dia histórico" nesta quinta-feira, 12. O ministro lembrou que Temer se formou em direito na Universidade de São Paulo (USP), assim como ele próprio, e que, como integrou a chapa vitoriosa na eleição presidencial de 2014, o presidente em exercício tem legitimidade para ocupar o cargo.

"Registro a presença das seguintes autoridades: o presidente da República, Michel Temer. Aqui nesta data de hoje, gostaria de fazer dois registros históricos. Desde 1902, vossa excelência natural de Tietê, um paulista não assumia a Presidência da República. Segundo registro, desde 1960, um aluno do Largo de São Francisco, da velha e sempre nova academia, não assumia a Presidência da República. Vossa excelência esteve aqui e foi diplomada por esta Justiça Eleitoral, estando devidamente legitimado como chefe de Estado da nação brasileira", disse Toffoli.

Gilmar ficará à frente da Corte Eleitoral até 2018 e terá como vice o ministro Luiz Fux. O ministro é considerado um dos mais críticos ao PT na Suprema Corte, e será responsável por conduzir o julgamento das ações que tramitam na Corte Eleitoral contra a chapa presidencial eleita em 2014, na qual Dilma é a titular e Temer, o vice.