23°
Máx
12°
Min

Com apoio de Haddad e Russomanno, Rede pede à Band espaço no debate

Em mais uma investida para tentar garantir a participação de candidatos que não se enquadram na nova legislação eleitoral para participar dos debates na TV, o partido Rede Sustentabilidade, do candidato à Prefeitura de São Paulo Ricardo Young, encaminhou na noite deste domingo, 21, à Rede Bandeirantes um documento defendendo que ele e a ex-prefeita e candidata pelo PSOL Luiza Erundina participem do debate marcado para esta segunda-feira, 22, pela emissora.

O documento conta com a assinatura do prefeito e candidato à reeleição Fernando Haddad (PT), do candidato do PRB Celso Russomanno, além de Erundina e Young. A manifestação alega que os candidatos da Rede e do PSOL não devem ficar de fora do debate "por questões meramente burocráticas e quantitativas". Os candidatos João Doria Jr (PSDB), Marta Suplicy (PMDB) e Major Olímpio (SD) não assinaram a solicitação encaminhada à emissora.

As campanhas de Marta, Doria e Major Olímpio alegam que defendem a participação de todos os onze candidatos nos debates, e não que se abra uma exceção apenas para os dois. Com a minirreforma eleitoral, aprovada em 2014, apenas candidatos de partidos que tenham mais de nove deputados na Câmara podem participar do debate.

A legislação prevê ainda que, caso dois terços dos candidatos aptos a participar dos debates concordem, outros candidatos que não se enquadram na regra anterior poderão participar. Como devem participar do debate desta noite os cinco candidatos que se enquadram no primeiro critério (Marta, Haddad, Doria, Russomanno e Major Olímpio), a Rede Sustentabilidade encaminhou à Bandeirantes um parecer dos advogados da campanha de Young alegando que, matematicamente, dois terços do número de políticos aptos a participar do debate equivalem a 3,3.

Como o valor é uma fração, o parecer da Rede alega que ela deveria ser arredondada para 3 políticos. No parecer, os advogados da campanha de Young alegam que já teriam o apoio de três políticos, pois, segundo eles, Doria teria manifestado apoio à participação do candidato da Rede.

Em nota encaminhada à emissora, contudo, o candidato tucano deixa claro que apoia a participação de todos os 11 candidatos à Prefeitura de São Paulo, sem exceção e que, caso a organização do debate deixe de convidar algum dos candidatos a postura de sua campanha é de que seja seguido o critério de permitir apenas a participação dos políticos cujos partidos tenham mais de nove cadeiras na Câmara.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Band, mas ainda não obteve retorno.