22°
Máx
16°
Min

Com chuva em Porto Alegre, Dilma opta por retornar a Brasília na segunda-feira

A presidente da República afastada, Dilma Rousseff, decidiu retornar a Brasília na segunda-feira de manhã, em horário ainda não definido. A justificativa é o mau tempo em Porto Alegre. Choveu forte na capital gaúcha durante boa parte do dia e o avião usado por Dilma é um jato da Força Área Brasileira (FAB), de porte pequeno. Segundo assessores, por cautela ela preferiu deixar a viagem para amanhã, quando o tempo estiver mais firme. À tarde, ela tem reuniões no Palácio do Alvorada.

Dilma chegou a Porto Alegre na noite de sexta-feira para passar o fim de semana ao lado da filha, Paula Araújo, e dos netos, Gabriel e Guilherme. Ela não participou de nenhuma agenda política e sua única aparição pública foi no sábado de manhã, quando andou de bicicleta na orla do Guaíba, que fica nas proximidades de seu apartamento, na zona sul da cidade. Acompanhada de seguranças, Dilma pedalou por quase uma hora e acenou sorridente para os cidadãos que lhe cumprimentaram.

A expectativa, até hoje de manhã, era de que a petista voltasse para Brasília nesta tarde. A Frente Brasil Popular no Rio Grande do Sul chegou a convocar um ato de desagravo a Dilma no Aeroporto Salgado Filho, onde embarcaria, para que simpatizantes lhe levassem apoio e solidariedade antes da decolagem neste domingo.

Por volta do meio-dia, assessores de Dilma informaram que ela iria para Brasília hoje ou amanhã, "a depender das condições climáticas". Pouco depois, a Frente Brasil Popular cancelou o ato, citando também o tempo ruim. A assessoria do grupo disse que, de qualquer forma, uma comitiva de lideranças iria ao aeroporto encontrar Dilma. O presidente do PT no Rio Grande do Sul, Ary Vanazzi, já estava no local quando foi avisado de que os planos tinham mudado.

Dilma quase sempre aterrissa na Base Aérea de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, como ocorreu nesta sexta-feira. Muitas vezes, porém, ela retorna pelo Aeroporto Salgado Filho, mais próximo de sua residência, em Porto Alegre. Neste meio tempo, a aeronave é deslocada. Conforme a assessoria da Infraero, apesar da chuva forte de hoje o Aeroporto Salgado Filho não deixou de operar em nenhum momento do dia.