24°
Máx
17°
Min

Comissão Especial adia votação de relatório sobre exploração do pré-sal

Foi adiada para semana que vem a leitura e votação do relatório da Comissão Especial da Câmara que analisa projeto de lei sobre exploração do pré-sal. O texto, já aprovado no Senado, desobriga a Petrobras a ser operadora única do pré-sal.

Inicialmente prevista para começar às 11 horas, houve atraso para obtenção de quórum. Os parlamentares ainda aguardavam o número necessário de membros para a abertura, quando a ordem do dia foi iniciada no plenário da Câmara, fazendo com que os trabalhos não fossem iniciados. No início da tarde, a sessão chegou a ser aberta, mas não durou mais de 15 minutos, sem que houvesse deliberação. Uma nova reunião está agendada para a próxima terça-feira, 28, às 14h30.

A comissão é destinada a analisar um projeto de autoria do atual ministro de Relações Exteriores, José Serra, aprovado em fevereiro pelo Senado. O texto acaba com a obrigatoriedade de a Petrobras ser operadora única do pré-sal e desobriga a estatal de ter participação mínima de 30% nos consórcios formados para exploração de blocos licitados. O adiamento da sessão foi comemorado por representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP), que são contra o projeto.