22°
Máx
16°
Min

Cristiane Brasil diz ter mais de 40 votos a favor de sua eleição

Oitava parlamentar a se inscrever na disputa, Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do ex-deputado Roberto Jefferson, oficializou candidatura à presidência da Câmara, nesta segunda-feira, 11. Ao longo da tarde, Cristiane circulou pelos corredores da Casa com uma claque, distribuindo santinhos com os dizeres "Avante Brasil: com trabalho faremos o País voltar a crescer". Apesar de ser considerada uma candidata pouco competitiva, ela afirmou que já contabiliza mais de 40 votos a seu favor.

"Minha ideia é ganhar a eleição (...) Até a votação vamos lutar voto a voto para que eu tenha pelo menos cem votos nesse primeiro turno", declarou. Cristiane apresentou cinco propostas, caso seja eleita: aumentar a participação popular no Legislativo; respeitar os partidos de oposição e a participação de minorias; prioridade nas pautas de Estado, para retomar a economia e o emprego; defender a agenda própria do Legislativo; e a independência com responsabilidade.

Mais cedo, os deputados Fernando Giacobo (PR-PR) e Heráclito Fortes (PSB-PI) também formalizaram as suas candidaturas na Secretaria. Com eles e Cristiane, a lista oficial possui oito candidatos. A expectativa é de que o número chegue a cerca de 15 nomes até o dia da votação, agendada para a próxima quarta-feira, 13. Apesar de ainda não terem formalizado, Rogério Rosso (PSD-DF), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Beto Mansur (PRB-SP), já anunciaram as suas candidaturas.

Há pouco, Luiza Erundina (PSOL-SP) anunciou a sua candidatura e disse que irá protocolar a sua inscrição na Secretaria em instantes. Ela defendeu que questões estruturais, como a reforma política, a reforma tributária e a reforma urbana, ganhem protagonismo nas pautas da Casa. Erundina defendeu ainda a independência do poder Legislativo e reiterou sua desvinculação com o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do presidente interino, Waldir Maranhão (PP-MA).