22°
Máx
16°
Min

Cunha ficou 'indignado' com decisão de Teori, diz Paulinho da Força

Reunido com um grupo de deputados e advogados na residência oficial da Câmara, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ficou "indignado" com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, que afastou o peemedebista do mandato de deputado federal. "Ele reagiu como todos nós, indignado", afirmou o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), após se reunir com Cunha na manhã desta quinta-feira.

O deputado, conhecido como Paulinho da Força, também não poupou críticas ao ministro do STF, a quem acusou de realizar uma "intervenção" no Poder Legislativo. "O que teve hoje, na prática, é uma intervenção de um ministro do Supremo na Câmara. Tira o Eduardo fora disso, ele cassou o mandato de um deputado por uma liminar. Por essa base, ele cassa mais 400, 300, 200 deputados que têm processo no Supremo. Precisamos avaliar isso depois", ressaltou Paulinho.

Após encontro com Cunha, Paulinho se dirigiu ao Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência para reunião com Michel Temer.

Antes da chegada do deputado, o vice cumpria agenda com Henrique Meirelles, que deve assumir o Ministério da Fazenda. Também estavam presentes no encontro o senador Romero Jucá (PMDB-RR), que deve assumir o Ministério do Planejamento, e Eliseu Padilha, cotado para comandar a Casa Civil num eventual novo governo.