21°
Máx
17°
Min

Decisão da Câmara tem de ser para reanimar esperança do povo, diz líder do PSB

O líder do PSB na Câmara, Fernando Coelho Filho, afirmou há pouco que o sentimento que domina na bancada não é de alegria nem de revanche em relação à abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Esta é uma decisão para resgatar a autoestima do Brasil. Hoje, nossa missão é de reanimar a esperança do povo brasileiro", disse o deputado, reafirmando a orientação do PSB de votar favoravelmente ao processo de impedimento. "Impeachment pode não ser a solução ideal, mas é constitucional."

O deputado disse que o PSB "está preocupado com o futuro do País" e lembrou a parceria com o PT nos governos Lula e Dilma.

"Fomos parceiros por 11 anos de um projeto de transformação e chegamos a abrir mão de candidatura própria em 2010. Depois, tivemos mais de 20 milhões de votos em 2014", destacou. O PSB abrigou a ex-petista Marina Silva, que assumiu a cabeça de chapa após a morte de Eduardo Campos, em acidente aéreo em agosto de 2014.